segunda-feira, 14 de maio de 2012

Pesquisa revela que fumar maconha reduz sintomas da esclerose múltipla

Um estudo realizado na Escola de Medicina de San Diego, da Universidade da Califórnia, revelou que fumar maconha pode ser eficiente contra um sintoma comum da esclerose múltipla, a espasticidade. A pesquisa foi feita com 30 pacientes adultos portadores da doença.

O grupo que usou o placebo também relatou que, além de melhorar a espasticidade, a dor amenizou.

As pessoas participantes do estudo foram convidados aleatoriamente para participar do grupo de intervenção (que fumou maconha uma vez por dia durante três dias) e do grupo de controle (que fumou um placebo idêntico pelo mesmo período). Depois de um intervalo de 11 dias, eles trocaram de grupo.

A pesquisa foi coordenada pelo professor de neurociências Jody Corey-Bloom, diretor do Centro de Esclerose Múltipla da Universidade da Califórnia.

Nenhum comentário: