segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

SEM CARNAVAL ..SEM FANTASIA ! (Por: Helena de Paula)

Enfim chegara o grande dia
Havia esperado o ano todo

Estava ansiosa, mais ao mesmo tempo muito feliz.

Era a primeira vez que eu iria desfilar numa escola de samba.
Foram meses de ensaio e dedicação. Sairia na ala que mostrava as belezas da Amazônia

Acordei cedo, com a letra do samba enredo na ponta da língua e fui buscar minha fantasia.

Uma linda vitória regia que paguei durante um bom tempo, mas valeu a pena. Estava muito feliz.

Minha escola ia ser a primeira a entrar na avenida, eu mal podia crer que naquela noite eu realizaria meu sonho.

Quando voltava para casa trazendo minha linda fantasia nem me importei com o incômodo de pegar um ônibus lotado, ia proteger minha fantasia a todo custo. Sentia-me como estivesse portando um troféu.

Derrepente, eis que entram no ônibus alguns jovens com as caras pintadas, pensei que já era por conta do carnaval.

Fiquei em pânico quando vi que eles não estavam brincando.
Foi tudo muito rápido, meu coração acelerou, senti o perigo iminente.
Eles pediam a todo o momento que ficássemos todos calmos, que não iam fazer nada, era apenas um protesto.

Eles se diziam revoltados inconformados com a condição social e econômica.
Diziam que enquanto muitas pessoas que viviam ás margens da pobreza, da desigualdade humana os políticos viviam nababescamente.

Tudo bem. Eu também pensava assim, mas justo naquele dia?
Era o meu dia, pensei. Vi meu sonho ir por água abaixo quando ônibus foram perseguido e levado para um lugar ermo,
Imediatamente foi cercado por policiais, imprensa e populares.

Em pânico, só pensava no meu desfile... Eles se recusavam a nos libertar e a negociação se estendeu a tarde toda.

Somente quando a noite caiu e que tudo fora pacificamente resolvido... Para mim tarde demais

Minha escola brilhou, encantou na avenida, porém com uma Vitoria Régia a menos.

E-mail: mhelenap66@hotmail.com

7 comentários:

Blog do Pádua disse...

Bravo Helena! Que lindo o Conto de Caranaval. Ainda bem que você voltou sã e salva. Aplausos por mais esta joia rara. Bj.

Carlos Bondoso disse...

Pura e simplesmente adorei.Profundo.Parabéns

Natalia Nuno disse...

Um sonho que não se cumpriu, a vida é assim mesmo repleta de sonhos, mas também de desilusões, nada como um dia atrás do outro, dado que a esperança é sempre a ultima que morre. Foi um prazer Helena, gosto de uma boa prosa, me dá um bom momento de leitura.
Grata amiga.
beijinho
natalia nuno

SonharColorido disse...

Lindo querida...de verdade!!!

Eu e Meus Livros disse...

Tu escreve tao bem, que até parece que ja saiu numa Escola de Samba.... Parabéns!!!

A Nova Raça: A Evolução disse...

Adorei, querida Helena!! Parabéns por este texto maravilhoso!! Bjs!!

Joaquim Gomes disse...

Muito bom!... uma linda criação!... parabéns!... Beijos!... Joaquim Gomes