quinta-feira, 10 de maio de 2012

Caso Celso Daniel: advogados de dois réus deixam júri

O júri popular que vai analisar a morte do prefeito de Santo André Celso Daniel (PT) começou por volta das 11h30 desta quinta-feira com o interrogatório de três réus. As 13 testemunhas de defesa do julgamento dos acusados foram dispensadas.

Serão julgados nesta semana os réus José Edison da Silva, Rodolfo Rodrigo dos Santos e Ivan Rodrigues da Silva. Existem outros dois, Itamar Messias Silva dos Santos e Elcyd Oliveira Brito, os quais tiveram o julgamento remarcado para 16 de agosto. Seus advogados deixaram o júri alegando que teriam menos tempo de defesa do que a acusação.

Principal acusado é julgado separadamente

Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, principal acusado do crime, responde em liberdade e vai ser julgado em separado devido a recursos judiciais. Este é o julgamento mais aguardado pela Promotoria, mas ainda não tem data marcada. Ele chegou a ficar preso durante oito meses.

Para o Ministério Público, o grupo foi contratado por Sombra para matar o prefeito, que levou oito tiros numa estrada de terra em Juquitiba (SP) após dois dias de sequestro em 2002.

Nenhum comentário: